Cuidados que devemos ter no Oriente

Foto por Nate Hovee em Pexels.com

Alguns cuidados devem ser observados no turismo ao Oriente Médio, além dos básicos para qualquer viajante, como o cuidados com seus pertences.

É recomendado que as mulheres que estiverem em viagem sozinhas fiquem atentas e evitem receber presentes, favores e, principalmente, bebidas alcoólicas ou convites a lugares mais ermos e escuros.

Cuidado ao exibir publicamente seu relacionamento amoroso

Como estamos falando de um lugar de cultura muito diferente da nossa, algumas atitudes podem não serem bem vistas e devem ser evitadas.

Não exiba abertamente seu relacionamento afetivo. Demonstrações de amorosidade em público como beijos e abraços, são consideradas despudoradas.

Se o relacionamento em questão for homoafetivo, então, é visto como afronta. Às vezes as diferenças culturais passam por sistemas rígidos e equivocados. Mas estando lá, sejamos bem discretos.

Com exceção da Turquia, Jordânia, Israel, Iraque e Chipre, em todos os outros podem haver punição para relações de mesmo gênero, com deportação, prisão ou até pena de morte. Esta união civil só é permitida no Chipre.

Não fotografar o momento da oração muçulmana

Não é indicado criticar ou ir contra os costumes e a religião local. Respeite e seja silencioso se não concordar com o modo de crença da região, evitando argumentar ou contradizer o que é costume religioso dos muçulmanos.

Não é aceitável fotografar o momento da oração. Esta é uma das horas mais sagradas para os muçulmanos e eles requerem uma postura extrema de respeito, não permitindo ser capturada nenhuma imagem do ato.

Visitar uma mesquita com roupas adequadas

Algumas pessoas têm dúvida sobre a roupa apropriada para entrar em uma mesquita. Muitos desses templos oferecem traje e lenços para turistas se cobrirem antes de entrar.

Na Mesquita Azul, em Istambul, por exemplo, são oferecidas uma espécie de saia que pode ser colocada em cima de outras roupas, tanto masculinas quanto femininas.

Melhor já ir preparado, evitando o desconforto na falta da vestimenta adequada, não é mesmo?

O que não se pode fazer é entrar em uma mesquita com os ombros, braços e pernas de fora.

Para os homens pode ser calça comprida e para mulheres, pode ser calça ou saia longa. No caso de mulheres, devem cobrir também os cabelos.

Uma de nossas parceiras, a Paula Augot, foi ao Oriente Médio e nos conta da
experiência de visitar mesquitas e o que foi preciso para fazê-lo.

Ah, outra coisa, andar de sapatos não é permitido no interior da mesquita. Eles ficarão guardados do lado de fora ou podem ser levados dentro de sacolas, dependendo do lugar.

Tirar os sapatos antes de entrar na casa de alguém

No Oriente Médio não é indicado nem mesmo cruzar as pernas com um tornozelo sobre o joelho de modo a mostrar a sola do sapato para a outra pessoa.

Os muçulmanos acreditam que a sola dos pés ou dos sapatos sejam regiões de impureza do ser, portanto, não se deve mostrar.

Antes de rituais e orações, os sapatos são removidos. Por isso, também ao entrar na casa de alguém lá, retire os sapatos, em sinal de respeito.

Seguir o código de vestuário local

Estar em países conservadores requer um pouco mais de esperteza e tato, o que não é tarefa difícil para nós, brasileiros. Demonstre respeito e que está interessado em conhecer e aprender a cultura local.

Desse modo, você também será percebido como alguém de respeito que está de acordo com as normas, recebendo mais gentileza e cordialidade por isso!

Obedeça o código de vestuário. Assim você não vai atrair atenção de modo indesejado, como por exemplo, se escolher estar de shorts.

É possível vestir roupas ocidentais e respeitar os costumes conservadores, também.

Para isso, dicas valiosas são andar sempre de ombros cobertos, tórax, joelhos e não usar roupas apertadas ou coladas ao corpo.

Leve sempre um cachecol, para dar um help em alguma produção menos tampada, caso precise!

Fonte: https://www.segurospromo.com.br/

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: