A provisão veio das águas

Foto por Mau00ebl BALLAND em Pexels.com

 “VAI AO MAR, LANÇA O ANZOL, TIRA O PRIMEIRO PEIXE QUE SUBIR E, ABRINDO-LHE A BOCA ENCONTRARÁS UM ESTÁTER; TOMA-O E DÁ POR MIM E POR TI” (Mt 17.27).

Antes de finalizar o ano de 1985 eu e família retornamos ao Brasil ficando em nosso lugar na cidade de Puerto Deseado – Patagônia – Sul da Argentina, o pastor Roberto Romero, a missionária Abadia e seus cinco filhos pequenos. 

O ano de 1986 para o pastor Roberto foi de muitas lutas e escassez, pois estava ali vivendo praticamente dos poucos recursos da Igreja local, mas o Senhor Fiel e Verdadeiro que jamais desampara os seus obreiros continuava cuidando daquela numerosa família.

Certo dia o missionário Roberto pediu aos seus dois filhos mais velhos Alexandre e Robertinho que fossem pescar para terem a “mistura” do almoço.      

Prontamente foram, pois moravam perto do braço do mar e depois de algumas horas sem pescar nada por descuido deixaram a vara cair entre as pedras junto à margem do rio.

Desanimados e tristes voltaram para a casa e contaram ao pai o que acontecera, mas o pastor Roberto pediu aos meninos que voltassem e resgatassem a única vara de pescar que tinham. 

 Puerto Deseado – Patagônia – Argentina

Os dois voltaram e quando olharam para o local onde estava caída a vara entre as pedras num local perigoso e escorregadio, ficaram perplexos e surpresos, pois perto da vara, viram  pedaços de papeis que boiavam, ao descerem com muito cuidado entre as pedras, deram gritos de alegria porque não eram simples papéis, mas uma boa quantidade de cédulas de dinheiro argentino boiando ao lado das pedras bem perto da vara de pescar.    

Rapidamente recolheram a vara e o dinheiro e voltaram correndo para darem as boas novas aos seus pais que ao virem o dinheiro glorificaram a Deus, pois mais um milagre de provisão havia acontecido.

Aquele dinheiro deu para viverem adquirindo alimentos por mais de uma semana. Deus ordena e as águas levam a provisão para cuidar dos seus missionários.

Como aquele dinheiro foi parar justamente ao lado da vara de pescar. A resposta é uma só.. Milagre não tem explicação!

Será que tu acreditas ainda que Deus pode realizar milagres?

A Deus toda glória.  

Antonio Romero Filho

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: