5 lugares para visitar na China

Foto por u00c1goston Fung em Pexels.com

Neste texto vamos conhecer cinco lugares para visitar na China. Assim como no Brasil, o país asiático é repleto de belezas naturais e maravilhas do mundo.

Por isso, listamos para você, alguns dos lugares que você tem que conhecer quando decidir viajar para a China (depois que a pandemia passar, é claro!).

Está pronto para viajar para a China conosco? Então aperte o cinto e vem com a gente!

#Cantão ou Guangzhou

Para começar nossa viagem, começaremos com o lugar número cinco. A província de Cantão ou Guangzhou, é uma das principais da China.

Primeiramente, vale destacar que a província tem uma curiosidade histórica: o idioma. Lá, as pessoas falam tanto em mandarim quanto em cantonês.

Houve uma época em que esta língua quase tornou-se a oficial da China, pela influência e popularidade da região no país.

Cultura a parte, a cidade de Guangzhou também é muito famosa no mundo dos negócios por receber uma das maiores feiras business do mundo:a Feira de Cantão.

O evento reúne empresários do mundo inteiro e sempre traz as novas tendências do mercado e reúne cerca de 30 mil expositores.

Torre de Cantão é uma das estruturas mais belas da China (Foto: Reprodução)

#Águas Termais

Mas nem só de business vive o homem, então vale dar uma dica de lazer no nosso tour pela China. As fontes naturais de águas termais.

A atração está localizada na cidade de Ting Wang. É a nossa Poços de Caldas brasileira. 

Lá você pode relaxar e curtir com a família um tempo de descanso e contato com a natureza.

#Torre de Cantão

Ainda na província de Cantão encontramos a Torre de Cantão, um dos mais belos monumentos da região sudeste do país. 

A curiosidade é que a obra foi inspirada em um corpo de uma mulher. O monumento foi feito pelos arquitetos Mark Hemel & Barbara Kuit.

As luzes coloridas e extravagantes iluminam as noites de Cantão e fazem a torre ser vista de longe no período da noite, semelhantemente à Torre Eiffel, na França. 

#Rio da Pérola

Similarmente à Torre de Cantão, o Rio da Pérola é um ótimo ponto turístico para se conhecer à noite. 

Isso se deve ao fato do seu fluxo corta a cidade, e permitir que os turistas contemplem a beleza urbana das luzes da cidade.

Descoberto nos anos 80, o Exército de Terracota esconde muitos mistérios (Foto: Reprodução)

#Exército de Terracota

Em seguida, na quarta posição do nosso ranking, colocamos a cidade de Xi’An.

Localizada no norte da China, a cerca de duas horas de Pequim, uma das grandes atrações da cidade é o Exército de Terracota.

O local é um dos pontos turísticos mais visitados no mundo. Trata-se de um monumento descoberto nos anos 80, onde milhares de soldados chineses teriam sido petrificados por mercúrio.

Isso mesmo que você leu! A lenda diz um imperador queria homenagear a lealdade dos soldados ao Império, e criou um rio de mercúrio onde aqueles homens viraram pedras.

Se é verdade ou não, deixaremos para a História. Mas a verdade é que cada escultura tem uma fisionomia diferente da outra. Além disso, existem resquícios de mercúrio no local.

Vale a pena conhecer

#Monte Huashan

Outra atração da cidade é o Monte Huashan. A colina tem mais de dois metros de altura, com cinco picos para os turistas se aventurarem.

Para subir, é necessário ir de carro ou ônibus até determinado ponto do monte. Depois, só é possível subir a pé.

Leva-se um dia inteiro para conhecer a beleza natural.

Foto por Nick Kwan em Pexels.com

#Hong Kong

Contudo, se você tem um perfil mais cosmopolita, gosta do ambiente de metrópole, não deixe de ir a Hong Kong. 

A província chinesa autônoma parece um outro país. As pessoas não são parecidas com os chineses, o trânsito é configurado na mão inglesa, a moeda é outra, a economia é diferente. Mas ainda pertence à China.

É considerada como a Paris da Ásia. Para quem gosta, é possível passear na Disneylândia asiática ou, então a Victória Peak, um monte com uma vista maravilhosa e que atrai muitos turistas.

Local foi criado para representar harmonia do homem com a natureza (Reprodução)

#Buda Gigante

Entretanto, o principal ponto turístico é, sem dúvida, o Buda Gigante.  Para conhecer, o passeio começa na baía de Hong Kong para chegar no teleférico, que é o maior do mundo.

Depois de alguns minutos, você chega até uma das maiores estátuas do Buda em Hong Kong, com apenas quatro metros menor que o Cristo Redentor.

Muitas pessoas vão para conhecer e fazer sua orações. O lugar simboliza harmonia e paz entre a natureza e o homem.

Foto por Robert Stokoe em Pexels.com

#Macau

Se quiser prolongar a viagem por mais um dia, pode ir até Macau, outra província chinesa autônoma. 

Se Hong Kong é a Paris Asiática, Macau é a Las Vegas. Cheio de cassinos, diversão e sofisticação, a cidade recebe muitos turistas do mundo inteiro.

Além da cultura chinesa, os brasileiros podem encontrar  colônias portuguesas, com placas de estabelecimento e points em português.

Foto por zhang kaiyv em Pexels.com

#Pequim

A capital chinesa Pequim ficou muito conhecida depois dos Jogos Olímpicos de 2008. 

Muitas pessoas achavam que a capital fosse Shanghai, por ter uma das maiores economias do país. 

A cidade, atualmente, é a mais visitada do país.

Pequim tem muitos pontos turísticos: Mausoléu de Mao Tse-Tung, Praça da Paz Celestial, Palácio de Verão são considerados patrimônios da Unesco.

Cidade Proibida foi a casa do imperador por 500 anos (Foto: Reprodução)

Além disso, a cidade tem feiras de comidas estranhas, como espetos de barata, escorpião,  e outros alimentos bem peculiares.

Entretanto, os aperitivos são raros de serem encontrados em outros lugares da China.

Outra peculiaridade é que lá, é possível encontrar pessoas de estaturas bem maiores do que na parte sul do país.

Há quem diga que isso acontece pelo fato das pessoas comerem mais carne do que em outros lugares. Será?

Tem, também, a Cidade Perdida, um dos pontos mais visitados do mundo. O local foi, por 500 anos, a residência do imperador e sua família.

Por isso que leva esse nome, porque apenas eles e seus domésticos poderiam ter acesso.

#1 Muralha da China

Apesar de ser em Pequim, a Muralha da China merece um destaque especial por ser uma das últimas maravilhas do mundo antigo que existem até hoje.

Com mais de 21 mil quilômetros de extensão, a construção corta toda parte norte do país e passa por 11 províncias. 

Ela demorou séculos a fio para ficar pronta. Começou em 220 a.C e ficou pronta apenas no século XVI.

É considerada a maior construção da Humanidade.

Muralha da China foi a maior construção da Humanidade (Foto: Reprodução)

A fortificação foi criada para proteger o país de ataques de inimigos que vinham do norte, como os mongóis.

Há rumores de que é possível se ver a Muralha lá do espaço com satélites e lentes especiais. 

Por outro lado, a Muralha é conhecida também como Cemitério do Mundo, porque muitos trabalhadores morreram durante a construção.

Algumas partes da Muralha se desfizeram, mas cerca de quatro  milhões de pessoas por ano visitam o que sobrou da edificação.

https://www.chinalinktrading.com

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: