Cidades mais baratas da Espanha para morar

Buscar saber quais são as cidades mais baratas da Espanha para viver é parte fundamental do planejamento de mudança.

Quando vamos viver em outro país, o custo de vida é um dos fatores mais relevantes, apesar de existir também outros bons motivos para escolher uma cidade, como a qualidade de vida, a prestação de serviços, a comunicação com outras regiões do país, a gastronomia, o clima, etc.

Por isso, preparamos uma lista das cidades mais baratas da Espanha, falando um pouco das qualidades de cada uma delas. E aí, bateu uma curiosidade? Então acompanhe esse artigo até o final!

Quais as cidades mais baratas da Espanha para morar?

Como mencionamos, falar das cidades mais baratas da Espanha para morar pode ser algo bastante relativo, porque existem muitos fatores que devem ser considerados, mas, mesmo que falemos somente dos fatores relacionados ao custo de vida, muitos elementos podem ser considerados, como aluguel, alimentação, transporte, etc.

Assim, para facilitar, decidimos escolher o fator que é responsável pelos maiores gastos de quem vem morar na Espanha, que é o aluguel de imóveis.

Entretanto, ainda assim, essa seria uma tarefa dificílima de concluir se fossem consideradas cada uma das cidades em todo o território espanhol.

Por isso, utilizamos como referência o ranking do site Stadista, sobre as Capitais de Províncias com o metro quadrado do aluguel mais barato da Espanha, como você poderá observar a seguir:

RankingCidadePreço do aluguel por m²
1Zamora5,30€
2Cáceres5,40€
3Ciudad Real5,40€
4Lugo5,60€
5Cuenca5,60€
6Ávila5,90€
7Ourense6,00€
8Badajoz6,00€
9Jaén6,00€
10Albacete6,10€

Dessa forma, conseguiremos apresentar algumas das opções mais baratas para quem quer viver na Espanha pagando pouco, mas, sem perder em qualidade de vida.

10. Albacete

Começaremos pela capital mais cara e terminaremos na mais barata. Sendo assim, falaremos agora de Albacete, uma das cidades mais baratas da Espanha.

Com porte mediano e localizada na Comunidade Autônoma de Castilha La-Mancha, sua população, segundo o senso de 2020, é de 174.336 habitantes, sendo uma das cidades mais populosas desse ranking.

Podemos considerar sua localização privilegiada, já que está a aproximadamente 260 km de Madrid e 170 km de Valência, duas das principais cidades da Espanha.

Albacete é uma cidade muito segura, com boas escolas e um campus da Universidade de Castilha La-Mancha. Além disso, a presença de muitas árvores e parques pela cidade auxiliam para a melhora da qualidade do ar, o que influencia diretamente no nosso bem-estar.

Mas o melhor de tudo é que, além dessas vantagens, a região possui bons preços para aluguel de imóveis. Você poderá encontrar estúdios mobiliados para alugar em uma boa zona da cidade por aproximadamente 400 €. A média do preço do metro quadrado é de aproximadamente 6,10 €/m².

Itens e ServiçosPreços Médios
Aluguel de apartamento (Estúdio)330€ – 460 €/mês
Gastos com Luz, Gás e Água140 €/mês
Passagem de ônibus1,20 €

Vale destacar que a passagem de ônibus na cidade custa 1,20 €, sendo uma das mais caras desse nosso top 10. Entretanto, quem vive em Albacete pode se beneficiar do que é chamado de “Abono Mensual”.

Trata-se de cartões para quem utiliza o transporte público, sendo possível escolher entre algumas opções, como é o caso do “BonoBus 30 dias”, por exemplo, que custa 15 € por mês e dá direito a utilizar o transporte público quantas vezes quiser, sem limite de viagem.

9. Jaén

Se você ama a Andaluzia, mas quer conhecer uma cidade mais barata que Sevilha, Málaga ou Granada, uma boa opção é morar em Jaén.

Essa cidade Andaluza possui cerca de 112.757 habitantes e está localizada na parte leste da Comunidade Autônoma, fazendo fronteira com a Comunidade de Castilla La-Mancha e a Região de Múrcia.

Jaén, uma das cidades mais baratas da Espanha

Apesar de ser uma cidade pequena, todos os serviços básicos são oferecidos com excelência. Além disso, Jaén é famosa por seus azeites e as paisagens dos campos de oliveiras são apaixonantes.

O preço médio de aluguel por metro quadrado é de 6,00€, sendo uma das cidades mais baratas da Espanha.

Itens e ServiçosPreços Médios
Aluguel de apartamento (Estúdio)300€ – 380 €/mês
Gastos com Luz, Gás e Água140 €/mês
Passagem de ônibus1,40 €

Vale destacar que o preço do transporte público pode ser mais baixo para aqueles que optem por comprar o abono mensal. Nesse caso, a passagem individual custaria apenas 0,87 €.

8. Badajoz

Badajoz é a capital da Província homônima localizada na Comunidade Autônoma de Extremadura. Trata-se de uma cidade de porte mediano, com aproximadamente 150 mil habitantes, sendo o município mais povoado da região.

Sua localização é privilegiada, principalmente para quem viaja muito de carro. Encontra-se a 240 km de Lisboa, 250 km de Sevilha e 400 km de Madrid, aproximadamente.

O custo médio por metro quadrado de um aluguel na cidade é de 6,00 €. É verdade que está entre as cidades mais baratas da Espanha, mas não é a mais barata da Comunidade Autônoma de Extremadura, logo falaremos de outra.

Itens e ServiçosPreços Médios
Aluguel de apartamento (Estúdio)300€ – 450 €/mês
Gastos com Luz, Gás e Água140€/mês
Passagem de ônibus1,00€

Em Badajoz há a prestação de todos os serviços básicos necessários, como assistência médica, bons colégios e até uma universidade pública, que é a Universidade de Extremadura.

Outro ponto importante é que nessa cidade está localizado um dos maiores shoppings da Espanha, o Centro Comercial El Faro, que está na fronteira com Portugal.

7. Ourense

A próxima da lista das cidades mais baratas da Espanha é Ourense, a terceira cidade mais populosa da Comunidade Autônoma da Galícia. Se você busca por qualidade de vida, essa, provavelmente, será a melhor opção.

A cidade está localizada próxima à fronteira de Portugal e de outras cidades da mesma Comunidade Autônoma, como Lugo, Santiago de Compostela, Pontevedra e Vigo.

Apesar de ser um local bastante calmo e tranquilo, a cidade possui um porte mediano, com uma população de 105.643 habitantes, segundo o senso de 2020.

Os impostos são baixos e o aluguel de um apartamento de 3 quartos está em torno de 300€ a 350 €/mês. No entanto, é possível encontrar aluguéis ainda mais baratos no entorno da cidade.

Itens e ServiçosPreços Médios
Aluguel de apartamento (3 quartos)300€ – 350€/mês
Gastos com Luz, Gás e Água90€/mês
Passagem de ônibus0,80€

6. Ávila

Viver em Ávila é muito mais do que optar por uma das cidades mais baratas da Espanha. Ávila possui um patrimônio histórico e cultural incrível, onde tradição e modernidade se conjugam para oferecer uma excelente qualidade de vida aos seus habitantes.

São pouco menos de 60.000 habitantes e a proximidade com Madrid faz com que Ávila seja uma opção bastante atrativa. São aproximadamente 100km de distância para a capital espanhola.

Ávila, uma das cidades mais baratas da Espanha

O preço dos imóveis é um dos mais baratos do país, seja para comprar ou para alugar. Você pode encontrar apartamentos no centro da cidade em uma faixa de preço entre 300 e 450 euros. Mas claro, dependendo do tipo de imóvel, os preços podem ser maiores.

Em relação ao transporte público, o bilhete de ônibus custa 1,00€, abaixo da média nacional (1,40€). Entretanto, se comprado mensalmente, no que é chamado de Abono, o preço do bilhete cai para 0,55€, tornando-se o terceiro mais barato da Espanha, atrás apenas de Lugo (0,45€) e Logroño (0,53€).

Itens e ServiçosPreços Médios
Aluguel de apartamento (Estúdio)300€ – 350 €/mês
Aluguei de apartamento (3 quartos)380 – 450 €/mês
Gastos com Luz, Gás e Água140 €/mês
Passagem de ônibus1,00 €

5. Cuenca

Voltando para Castilla La-Mancha, falaremos de Cuenca, que ocupa a quinta posição do ranking.

Cuenca é uma cidade pequena, de aproximadamente 50.000 habitantes, situada a apenas 150 km de Madrid e 200 km de Valência.

Seu preço médio de aluguel por metro quadrado é de 5,60€ sendo possível alugar um apartamento de 3 quartos por uma faixa de 400€ a 450 €/mês.

Itens e ServiçosPreços Médios
Aluguel de apartamento (Estúdio)310€ – 375 €/mês
Aluguei de apartamento (3 quartos)400€ – 450 €/mês
Gastos com Luz, Gás e Água140 €/mês
Passagem de ônibus1,20 €

Em relação às infraestruturas básicas, como hospitais e supermercados, por exemplo, há excelentes opções, não sendo necessário o deslocamento a outras cidades. Entretanto, a proximidade com Madrid e Valência, aumenta as opções de prestação de serviço para quem vive em Cuenca.

Além disso, vale mencionar que essa cidade também conta com um campus da Universidade de Castilla La-Mancha, sendo uma boa opção para estudantes.

4. Lugo

Outra cidade que entra nessa lista é Lugo, que está na Comunidade Autônoma da Galícia.

Lugo está entre as cidades espanholas que pagam menos pelo abastecimento de água. Aqui você pagará a metade do que pagaria na região de Múrcia, por exemplo, local onde a água é a mais cara na Espanha.

Morando em Lugo você também se beneficiará da passagem de ônibus mais barata do país, que custa 0,64 €. Se for comprado o Abono mensal o preço da passagem individual cai ainda mais, para 0,45 €.

Itens e ServiçosPreços Médios
Aluguel de apartamento (Estúdio)350€/mês
Aluguel de apartamento (3 quartos)280€ – 350 €/mês
Gastos com Luz, Gás e Água90€/mês
Passagem de ônibus0,64€

3. Ciudad Real

Ciudad Real é uma cidade com 75.504 habitantes localizada no centro da Península Ibérica, na Comunidade Autônoma de Castilla La-Mancha.

Seus moradores consideram essa região como uma das melhores para se viver na Espanha, e não é à toa.

O local possui muitas zonas verdes, parques e tem uma excelente comunicação com cidades maiores como Madrid, Sevilha e Córdoba, através do Renfe.

Além disso, uma das maiores vantagens de viver em Ciudad Real é o custo de vida. O preço médio do aluguel é um dos mais baratos entre as capitais de províncias da Espanha, com 5,40 €/m².

Itens e ServiçosPreços Médios
Aluguel de apartamento (Estúdio)250 – 300 €/mês
Gastos com Luz, Gás e Água140 €/mês
Passagem de ônibus1,10 €

2. Cáceres

Vamos agora voltar para a Comunidade Autônoma de Extremadura para falar um pouquinho de Cáceres.

Essa cidade possui um dos centros urbanos da idade média e renascimento mais preservados do mundo. Por isso, foi declarada como Patrimônio da Humanidade em 1986 pela UNESCO.

Cáceres, uma das cidades mais baratas da Espanha

É uma cidade espetacular e com preços bastante atraentes. Você encontrará um estúdio no centro da cidade por 280€ por mês, pagando aproximadamente 5,40 €/m².

Sua população é de 92.255 habitantes segundo o senso de 2020.

Itens e ServiçosPreços Médios
Aluguel de apartamento (Estúdio)280€ – 350 €/mês
Gastos com Luz, Gás e Água140€/mês
Passagem de ônibus1,20€

1. Zamora

A capital mais barata da Espanha, segundo o site Statista, é Zamora, com um custo médio por metro quadrado de 5,30 €.

É a capital da província homônima e parte da Comunidade Autônoma de Castilla y León. Possui uma população de 60.988 habitantes, segundo senso de 2020.

Não é uma cidade grande, mas possui uma excelente estrutura e prestação de todos os serviços básicos e essenciais.

Um ponto positivo é que você pode ir andando a qualquer parte da cidade, assim, se você busca tranquilidade e quer economizar, Zamora é uma excelente opção.

Itens e ServiçosPreços Médios
Aluguel de apartamento (3 quartos)310 €/mês
Gastos com Luz, Gás e Água110 €/mês
Passagem de ônibus1,00 €

O que são pueblos? Eles são uma boa opção?

Nesse ranking, foram consideradas as capitais de províncias, como já comentamos anteriormente. Entretanto, temos que considerar que os povoados, ou os chamados pueblos, podem ser uma opção ainda mais barata.

Pueblos são como os espanhóis chamam os pequenos povoados localizados próximos a uma cidade de porte maior.

Por isso, se você quiser pagar ainda menos em um aluguel, você deve buscar casas ou apartamentos nestas pequenas cidades satélites.

Vale a pena morar em um Pueblo?

Avaliar se vale a pena morar nos pueblos é uma missão que requer mais atenção. Aparentemente, sim, é mais barato. Mas, existem fatores que devem ser considerados.

Há casos em que não vale a pena buscar um aluguel mais barato em razão do preço do deslocamento à capital. É verdade que a maioria dos povoados possui boa infraestrutura, entretanto, também é verdade que há uma relação de dependência e o deslocamento pode ser imprescindível em algumas situações.

Na maioria dos casos, o problema não está no tempo da viagem, mas sim no preço. Já que, alguns povoados só possuem comunicação com a capital através do Renfe, o que pode elevar o seu custo de vida na Espanha.

Por outro lado, se você tiver um carro, morar em um Pueblo pode ser uma excelente alternativa.

Quanto custa morar nas cidades mais baratas da Espanha?

Apesar do ranking mencionado considerar o preço do aluguel, é verdade que o custo de vida está relacionado com muitos fatores, como compras no supermercado na Espanha, preços de restaurantes, planos de saúde, etc.

Assim, onde seria mais barato fazer compras no supermercado? Onde estaria mais em conta jantar em um restaurante? Essas questões variam muito e, em geral, essas mesmas cidades apresentadas com aluguéis mais baixos, estão no topo do ranking nestas questões do dia-a-dia também.

Por isso, preparamos uma tabela para comparar o preço de alguns produtos e serviços em diferentes lugares da Espanha. Vamos utilizar duas das cidades mais baratas da Espanha e comparar com Madrid e Barcelona, as duas cidades mais caras.

ItensCáceresAlbaceteMadridBarcelonaEspanha (média)
Aluguel5,40 €6,10 €14,00 €13,60 €11,00 €
1 litro de leite0,68 €0,65 €0,85 €0,86 €0,79 €
1 dúzia de ovos1,55 €2,00 €2,04 €2,05 €1,87 €
1 kg de carne vermelha7,50 €10,90 €11,27 €12,04 €10,48 €
Bilhete simples de Transporte Público1,20 €1,20 €1,50 €2,30 €1,40 €
Refeição em restaurante10 €/pessoa10,50 €/pessoa12 €/pessoa12 €/pessoa11 €/pessoa

Comparando todos esses dados apresentados, podemos perceber que viver em uma das cidades mais baratas da Espanha é vantajoso também pelos gastos cotidianos.

As diferenças parecem pequenas se analisadas individualmente. Mas, podem fazer uma grande diferença ao final do mês e lhe trazer mais qualidade de vida.

Vale a pena morar em uma das cidades mais baratas da Espanha?

Por fim, basta saber se vale ou não a pena morar em uma das cidades mais baratas da Espanha. Assim, para responder a essa pergunta você deve ter muito claro o seu objetivo.

Por exemplo, se você vai para o país em busca de emprego na Espanha, talvez essas opções não sejam as mais recomendadas, já que cidades como Madrid e Barcelona oferecem mais oportunidades.

Entretanto, se você trabalha pela internet ou já está aposentado, viver em uma dessas cidades listadas pode lhe garantir um custo de vida mais baixo e, consequentemente, uma vida mais confortável.

Mas é claro que esse tema deve ser muito bem pensado, já que é uma grande decisão a ser tomada. Por isso, se você quer planejar sua mudança e não sabe qual cidade escolher e como proceder, recomendamos nosso ebook Como Morar na Espanha.

Fonte: https://www.eurodicas.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: