Os países mais visitados do mundo

Quais foram os países mais visitados do mundo em 2020? E qual é a situação desses destinos em relação às restrições de viagem impostas por conta da pandemia? A partir do ranking anual feito pela Organização Mundial de Turismo (OMT) e com base nas informações do nosso mapa de restrições, nós conseguimos as respostas. Confira!

Importante: as informações estavam corretas no momento da postagem e podem mudar sem aviso prévio. Lembre-se que a recomendação é viajar apenas quando necessário. No caso de decidir reservar uma viagem, esteja ciente de que os planos podem mudar. Confirme os requisitos de entrada em sites governamentais locais. Uma vez que a pandemia for suspensa, considere usar essa lista como inspiração. Última atualização em 08 de abril de 2021.

Quais foram os países mais visitados do mundo em 2020?

O ranking dos países mais visitados do mundo é um levantamento da OMT e indica quais foram os dez destinos que mais receberam turistas internacionais no ano anterior. Por conta da pandemia, o relatório de 2021 tem um formato diferente e foi criado para monitorar a recuperação mês a mês do turismo a nível mundial.

O documento é formado por dados como taxa de entrada de turistas internacionais, ocupação de hotéis, busca por hospedagem e Travel Sentiment, espécie de pontuação de 0 a 100 que indica o quão aberto o viajante está a visitar cada país. Aqui, vamos usar como referência a taxa de entrada, além de destacar a média de pontos em Travel Sentiment.

Use o índice abaixo para conferir esses detalhes sobre os países que apareceram no top 10 destinos turísticos no levantamento da OMT. Note que apesar do documento contar com a seção top 10 destinos, há dados disponíveis apenas sobre nove países. São eles:

  1. França
  2. México
  3. Reino Unido
  4. Itália
  5. Turquia
  6. Estados Unidos
  7. Espanha
  8. Tailândia
  9. China

1. França

Há anos o país mais visitado do mundo, a França justifica sua preferência entre os turistas graças aos mais variados roteiros que proporciona. A começar pela capital, Paris, onde história, cultura e muito romantismo conquistam qualquer visitante.

Os dados referentes à taxa de entrada na França estão em branco, mas ainda assim o país aparece como líder no ranking dos favoritos. No quesito Travel Sentiment, em março, o país fez 40 pontos.

Foto do panorama de Paris, com a Torre Eiffel ao lado direito.
Confira um tour virtual em Paris!

Fronteiras da França: fechadas para brasileiros, com exceções para passaportes da União Europeia, entre outras.

Requisitos de entrada na França: passageiros que entram ou transitam pela França devem apresentar um Certificado de Viagem preenchido antes do embarque, além de um teste molecular com resultado negativo para COVID-19, emitido até 72 horas antes da viagem. Outro documento exigido é uma declaração juramentada. Todos estão sujeitos à realização do exame e à quarentena na chegada.

2. México

Para além da beleza tradicionalmente conhecida da Península de Yucatán, há inúmeras cidades do México para curtir toda a diversidade do país. A riqueza histórica e cultural, aliada à gastronomia singular e às belas paisagens, levou o México inclusive para a lista das viagens dos sonhos para o pós-quarentena.

De sétimo colocado no ranking, em 2019, o México passou para a segunda colocação entre os países mais visitados do mundo, em 2020. Com as fronteiras abertas praticamente durante todo o tempo desde o início da pandemia, teve a menor redução na taxa de entrada de visitantes vindos de fora, -46% na média anual. Em Travel Sentiment, o país fez 12 pontos em março.

Pirâmide de Chichén Itzá, no México, um dos países mais visitados do mundo.
Conheça os melhores destinos para visitar no México!

Fronteiras do México: abertas para brasileiros.

Requisitos de entrada no México: preencher questionário de identificação de riscos em viajantes.

3. Reino Unido

As terras da rainha impressionam… Inglaterra, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte, cada um com sua personalidade. O melhor é que juntos garantem um roteiro incrível pelo Reino Unido, perfeito para quando tudo isso passar.

Mesmo com restrições variando de moderada a forte ao longo da pandemia, o Reino Unido se mantém no ranking dos países mais famosos entre turistas estrangeiros, com redução de 60% na taxa de entrada. O Travel Sentiment foi de 6 pontos em março, segunda menor pontuação do mês.

Foto da Trafalgar Square, em Londres, com a torre do relógio Big Ben ao fundo.
Faça um tour virtual em Londres!

Fronteiras do Reino Unido: fechadas para passageiros que estiveram em países como Argentina, Brasil e Equador nos últimos dez dias. Confira demais países e as exceções de entrada em nosso mapa com restrições de viagem.

Requisitos de entrada no Reino Unido: passageiros estão sujeitos à quarentena por 10 dias e os que chegam dos países não autorizados a entrar devem ter um pacote de quarentena para 11 noites. É preciso apresentar um teste com resultado negativo para COVID-19, emitido até 72 horas antes do embarque. Pode ser exigido que o viajante faça um teste PCR no segundo e no oitavo dia de estadia. É preciso também preencher um formulário de localização de passageiros e apresentá-lo na chegada. Confira outras exigências em nosso mapa de restrições de viagem.

4. Itália

Visitar a Itália é o sonho de muitos brasileiros. E, olhando os pontos que o país fez em Travel Sentiment, podemos dizer que não só os brasileiros, mas viajantes do mundo todo pretendem pegar o primeiro voo para Itália quando tudo isso passar. Em março, o país fez 51 pontos, a maior pontuação do mês.

No ranking dos países mais visitados, apareceu em quarto lugar. A queda na entrada de estrangeiros ao longo de 2020 foi de 61%.

Fachada do Panteão de Roma, na Itália.
Confira um guia completo com dicas sobre o que fazer em Roma!

Fronteiras da Itália: fechadas até 30 de abril de 2021, mas há exceções para cidadãos da União Europeia, dentre outras. Passageiros que estiveram ou passaram pelo Brasil nos últimos 14 dias não estão autorizados a entrar.

Requisitos de entrada na Itália: preencher um formulário de autodeclaração. O país exige um exame PCR com resultado negativo para coronavírus, dependendo do país de origem. Todos os passageiros estão sujeitos a auto-isolamento de 14 dias e realização do teste na chegada.

5. Turquia

Na Turquia, tudo parece grandioso: da arquitetura antiga aos cenários naturais. E para ter uma ideia dessa magnitude, apenas conhecendo de perto as atrações de Istambul e estendendo o roteiro a outros atrativos fora da capital, como a Capadócia, no nosso imaginário desde que a novela Salve Jorge foi gravada por lá, e Pamukkale, um conjunto de piscinas naturais incríveis na região oeste do país.

A taxa de entrada de estrangeiros na Turquia caiu 71%, enquanto a pontuação em Travel Sentiment foi 37, em março.

Mesquita Azul, em Istambul, Turquia.

Fronteiras da Turquia: fechadas para voos chegando da África do Sul, Brasil, Dinamarca e Reino Unido.

Requisitos de entrada na Turquia: passageiros que estiveram na África do Sul, Brasil, Dinamarca e Reino Unido estão sujeitos a um isolamento de 10 dias. Até 14 de abril de 2021, o país está exigindo um teste com resultado negativo para COVID-19, emitido até 72 horas antes do embarque. Além disso, é preciso apresentar preenchido o Formulário de Inscrição de Viajante.

6. Estados Unidos

Nova York, São Francisco, Miami, Orlando… Essas e outras cidades fazem dos Estados Unidos um dos países mais visitados do mundo. Ainda não sabemos quando poderemos viajar para os EUA novamente, mas você pode escolher as cidades que você gostaria de visitar e já começar a planejar seu roteiro para uma viagem pós-pandemia.

Com redução de 76% na taxa de entrada de visitantes estrangeiros, o país apareceu como sexto entre os mais visitados do mundo em 2020. Em março, marcou 28 pontos no quesito Travel Sentiment.

Estátua da Liberdade, vista de lado, com Manhattan ao fundo, em Nova York, Estados Unidos, um dos países mais visitados do mundo.
Faça um tour virtual em Nova York!

Fronteiras dos EUA: fechadas para passageiros que estiveram ou transitaram em países como Áustria, Bélgica, Brasil, China, entre outros, nos últimos 14 dias. Os demais países e as exceções de entrada, como vistos válidos, você pode conferir em nosso mapa de restrições de viagem.

Requisitos de entrada nos EUA: apresentar um teste com resultado negativo para COVID-19, com nome que coincida com o escrito no passaporte e especificando “negativo” ou “não detectado”. O documento deve estar em inglês e ser emitido até três dias antes do embarque. É preciso preencher um formulário de divulgação e atestado. Quem estiver chegando em Nova York deve apresentar também o Formulário de Saúde do Viajante. Todos estão sujeitos às medidas estipuladas pelo estado do destino final. Para saber mais, acesse o site oficial do governo americano.

7. Espanha

A Espanha é um país imperdível para quem gosta de arte, cultura, gastronomia e festas – e costuma ser um dos países mais baratos para visitar na Europa. Difícil é montar um roteiro enxuto com tantos lugares diferentes para conhecer. Além das cosmopolitas Madri e Barcelona, vale pesquisar sobre a charmosa região da Andaluzia.

Em 2020, a entrada de estrangeiros na Espanha caiu 77% ao longo do ano. O país registrou 16 pontos em Travel Sentiment em março.

Foto de Madrid, com destaque para o prédio do Quartel General do Exército da Espanha, um dos países mais visitados do mundo.

Fronteiras da Espanha: fechadas até 30 de abril de 2021, mas há exceções de entrada. Voos chegando do Brasil e da África do Sul estão suspensos até 14 de abril de 2021.

Requisitos de entrada: é preciso apresentar um teste com resultado negativo para COVID-19, emitido até 72 horas antes do embarque. A Espanha exige ainda a apresentação de um QR code gerado a partir do preenchimento do Formulário de Controle de Saúde FCS. Passageiros que estiveram na África do Sul, Botsuana, Brasil, Colômbia, Comores, Gana, Quênia, Moçambique, Peru, Zâmbia ou Zimbábue estão sujeitos à quarentena. Todos estão sujeitos a exames médicos na chegada.

8. Tailândia

A efervescência de Bangcoc já faria valer a pena uma viagem à Tailândia, mas o país merece mais atenção. Um roteiro pelo solo tailandês fica muito melhor se inclui atrações como as ilhas Phuket e Phi Phi e outras cidades históricas como Chiang Mai e Ayutthaya.

A redução de entrada de estrangeiros ao longo de 2020 na Tailândia foi de 83%, em média. E, mesmo com restrições fortes, o país ainda é querido entre os viajantes quando o assunto é destino dos sonhos. Com 51 pontos em Travel Sentiment, o país ficou com a segunda colocação em preferência entre os turistas internacionais.

Complexo de edifícios The Grand Palace, em Bangcoc, Tailândia, um dos países mais visitados do mundo.

Fronteiras da Tailândia: fechadas, com poucas exceções.

Requisitos de entrada na Tailândia: o país exige a apresentação de um teste com resultado negativo para COVID-19, emitido até 72 horas antes do embarque. É preciso também obter um Certificado de Entrada (COE) emitido pela embaixada tailandesa, baixar o aplicativo ThailandPlus e fazer um registro com o número emitido no COE. Passageiros que entrarem ou transitarem pela Tailândia devem ter um seguro viagem com cobertura para despesas de até US$ 100.000. Todos estão sujeitos a exames médicos e à quarentena por conta na chegada. Todos devem ter hospedagem confirmada.

9. China

O território chinês tem uma certa magia, graças ao contraste de metrópoles modernas, como Pequim e Xangai, com cidades milenares, como Xian e Luoyang.

A China teve a maior queda na entrada de estrangeiros, com -88% ao longo de 2020. Em Travel Sentiment, o país saiu do saldo negativo permanente nos últimos meses, para ficar na marca 0, em março.

Foto aérea da muralha da China.
Veja quais são as 7 maravilhas do mundo moderno!

Fronteiras da China: fechadas, com poucas exceções.

Requisitos de entrada na China: preencher um formulário de declaração de saúde de saída/entrada e apresentar o QR code gerado no embarque. O resultado do teste negativo para COVID-19 também deve ser apresentado em forma de QR code com a marca verde HDC, gerado por meio do site oficial do governo chinês. Passageiros estão sujeitos a exames e a quarentena no primeiro ponto de entrada no país.

Esses são os países mais visitados do mundo. Lembre-se de confirmar informações atualizadas em sites oficiais locais antes de reservar qualquer viagem!

Fonte: https://www.skyscanner.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: